Viajar com crianças pode parecer um pouco complicado, ainda mais se a viagem for de avião. Mas, essa viagem não precisa ser uma tarefa penosa. Existem alguns cuidados importantes para serem levados em consideração antes de embarcar para a tão sonhada férias ou mudança de cidade.

Ao contrário de uma viagem de carro, onde o controle é todo seu e você pode parar sempre que houver qualquer necessidade, a viagem de avião requer paciência. A idade e o temperamento do seu pequeno devem ser levados em consideração, pois quanto menor a idade, menor será o controle sobre suas atitudes e necessidades. Por isso, confira algumas dicas que preparamos para fazer da sua viagem com seu pequeno uma experiência extraordinária.

Uma dúvida muito comum é se as crianças pagam passagem ou não. Muitas companhias aéreas não cobram o valor da passagem para crianças de até 2 anos de idade. Porém, a criança deve ir no colo dos pais ou responsáveis. A idade mínima aceita pelas empresas aéreas é de 7 dias de vida, mas muitos médicos recomendam que a criança tenha, pelo menos, 28 dias. Infelizmente, as crianças não têm direito a bagagem no avião, só se você tiver comprado uma passagem aérea pra ela. Mas, saiba que os pais ou responsáveis têm o direito de levar um carrinho de bebê, sem contar como bagagem.

Outra preocupação é a questão da documentação necessária. Se for um voo nacional, é necessário levar a certidão de nascimento. Vale lembrar que, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) exige que crianças menores de 12 anos devem estar acompanhadas dos pais ou parentes maiores de idade, ou se estiverem acompanhadas por terceiros, os mesmos devem apresentar uma autorização judicial, com firma reconhecida dos responsáveis. Agora, se o voo for internacional, a criança precisará de um passaporte e do visto, se o país de destino exigir.

É importante saber que, se a criança for viajar com apenas um dos responsáveis, é necessária uma autorização por escrito com firma reconhecida pelo pai ou mãe que não vai embarcar. Todas essas exigências são para tornar a viagem dos pequenos a mais segura possível.

Planeje a sua viagem!

É importante planejar bem a viagem. Comece se organizando logo após comprar as passagens, veja se o hotel ou casa tem estrutura para atender suas necessidades e das crianças, veja se as roupinhas dos pequenos estão de acordo com a temperatura no local e veja também se existe alguma exigência de vacina para o local de chegada. Planeje cada passo da viagem, envolva toda a família, principalmente as crianças. Não se esqueça de organizar também a volta, ninguém gosta de chegar em casa morto de cansaço. Prepare-se para entrar na rotina, arrume as malas com antecedência e descanse bem 1 dia antes de embarcar de volta.

Tem como fazer um planejamento até para dentro do avião. Evite alimentos pesados e diferentes do habitual, uma dor de barriga em pleno voo não seria nada legal. Outra dica é tentar escolher voos durante a noite, pois esse é o período em que eles dormem com mais facilidade.

Todos sabem que imprevistos acontecem, por isso, evite viajar com crianças para destinos muito isolados, sem hospitais, por exemplo. Qualquer coisinha num local estranho pode tomar proporções gigantescas. E sempre carregue consigo o endereço e telefone do hospital ou unidade de saúde para onde está indo.

O que levar na bagagem de mão

Esqueça as bolsas 'mamãe bebê' quando estiver indo viajar de avião. Dê preferência para mochilas, assim você ficará com as mãos livres para tomar conta do seu pequeno. Leve, pelo menos, 2 roupinhas para o bebê na bagagem de mão e uma para você, criança se suja fácil e pode sobrar para você também. Leve também os paninhos, fraldas, lenços umedecidos, casaquinho e até um cobertor para proteger a criança do frio do ar-condicionado das aeronaves. Dependendo da idade da criança, é interessante levar também alguns brinquedos ou livros para ela se distrair durante a viagem. Não esqueça de deixar os remédios na mala de mão, pois qualquer emergência eles estão à sua disposição. As comidinhas favoritas do seu pequeno também não podem faltar, isso ajudará a tornar a viagem dele mais sossegada e a sua, mais tranquila!

Dicas para o voo

Toda dica que venha para tornar a viagem dos pequenos mais agradável é bem-vinda, não é mesmo? É importante mostrar tranquilidade, se a criança ouve os pais o tempo todo falando que estão preocupados com a viagem, ela absorve isso e, mesmo que sem intenção, acaba pegando para si a informação e tornando a viagem desagradável para todos. Saiba como evitar aborrecimentos, constrangimentos e até dores de ouvido, fazendo com que a sua viagem e do seu bebê seja ainda mais agradável.

  • É melhor sobrar remédio do que faltar: faça uma lista junto com o pediatra dos remédios que você pode precisar numa viagem. Não esqueça de colocá-los na bagagem de mão.
  • Os brinquedos serão seus melhores amigos nessa viagem: não esqueça de levar os brinquedinhos, cadernos de colorir e livros do seu filho. Assim, ele terá algo para fazer durante o voo. Evite brinquedos ou jogos que emitam sons, pois pode incomodar os outros passageiros.
  • Lanchinho é sempre bem-vindo: tenha sempre na bagagem de mão um biscoitinho, uma fruta ou um suco para o seu pequeno. Na maioria dos casos, os alimentos oferecidos pelas companhias aéreas não são os mais adorados pelas crianças.
  • Prefira os voos noturnos: o sono será seu aliado no voo. São poucas crianças que resistem a um clima tão propenso a tirar uma soneca.
  • Travesseiro é sempre uma boa: leve consigo uma almofada ou travesseiro para o pequeno ficar o mais confortável possível.
  • Pressão no ouvido se resolve pela boca: dê peito, mamadeira ou chupeta para evitar o famoso desconforto nos ouvidos causados pela pressão, quando a aeronave estiver aterrissando ou pousando.
  • Conforto acima de tudo, inclusive da moda: é tentador emperiquitar o seu pequeno na primeira viagem de avião dele. Colocar as roupinhas mais bonitas e o sapatinho que os avós deram no Natal. Mas, vá com calma, a prioridade é seu pequeno se sentir confortável durante o voo. Afinal, você não quer que  ele tenha uma experiência desagradável na viagem, não é mesmo?
  • Fita crepe no avião? Às vezes as luzes nas lanternas dos assentos ficam ligadas por muito tempo e podem incomodar o sono da criança. Um simples esparadrapo pode resolver esse problema

Como entreter a criança e evitar a ansiedade

Entreter uma criança não é uma tarefa fácil. Mas, com alguns simples truques você consegue evitar aborrecimentos e problemas na sua viagem e fazer dela uma experiência maravilhosa para a família.

Tudo vai depender da idade e das preferências da criança, e também do tempo de duração do voo. Mas, não tem coisa que distraia uma criança melhor que um brinquedo, mas cuidado, elas enjoam rápido deles, por isso, tenha várias opções e até joguinhos. Conversar com a criança durante o voo além de entreter, ameniza a ansiedade e estreita os laços entre vocês. Lembre-se de levar as comidinhas favoritas do seu filho, pois a maioria das companhias aéreas não têm um cardápio especial para crianças.

Conte histórias para o seu pequeno, além de incentivar a leitura, pode ser um grande aliado para o sono chegar mais rápido. Elaborar brincadeiras na hora também é bacana, o que não pode é deixar a criança entediada com a viagem.

Esperamos que essas dicas tenham sido proveitosas para você!