Tudo muda com o passar dos anos, inclusive a forma de fazer turismo.

Tiveram anos onde as excursões bombaram e muitos já tinham um grupo de amigos só para essas viagens. Teve uma época que as pessoas preferiam viajar em família e juntavam até os parentes distantes para participar deste evento.

Teve também o auge do mochilão, onde viajar sozinho era o que todos queriam fazer. Esses tipos de viagem ainda fazem sucesso, sem dúvidas. Mas, novos estilos de viajar também surgem. Tem as viagens temáticas, que já foram pauta aqui no blog. E outro tipo de turismo que vem ganhando muito espaço é o Turismo Gastronômico.

Mesa de madeira com pratos e vasilhas de diversos tamanhos, contendo vários tipos de comida asática como sushi, camarão e ramen.

Já pelo nome, dá para imaginar que se trata de uma coisa boa, não é mesmo? Até porque a junção de viagem com comida é a união perfeita. Então, continue lendo e acompanhe as dicas dos melhores lugares para fazer turismo gastronômico no Brasil.

O que é turismo gastronômico?

Mão de uma pessoa branca segura um smartphone e tira foto de um prato de macarrão que está em cima de uma mesa de madeira

Conhecer a culinária local sempre fez parte de um bom roteiro de viagem. Até porque, a comida e cultura andam unidas e não tem como separar esses dois pontos. Mas, a diferença entre o turismo gastronômico para o turismo normal é o foco.

No turismo gastronômico o objetivo é conhecer e apreciar a culinária local, e não só comer um prato típico na pressa enquanto espera para ir a um ponto turístico. Ou seja, é arrumar as malas com foco total na gastronomia.

Vale reforçar que quando se organiza uma viagem com foco na gastronomia local, não engloba apenas restaurantes chiques e estrelados. Bares, feiras, lanchonetes, tudo isso pode ser incluído no seu roteiro, já que o foco é na comida local mesmo.

Por que fazer uma viagem gastronômica?

Viajar é prazeroso mas também é cansativo. Quem nunca chegou no quarto do hotel exausto depois de um longo dia na rua conhecendo várias coisas e só desceu rapidinho para comer algo ali por baixo mesmo? Ou, fez um macarrãozinho no Airbnb mesmo, só para não ter que sair de novo para comer? É normal ficar “enrolando” para ir comer aquele prato típico e dependendo do tempo da viagem, pode ser que nem aconteça.

Isso não acontece quando se faz uma viagem gastronômica, já que a programação será voltada para os momentos de prato na mesa. Então, se você se interessa por gastronomia, vale a pena organizar uma viagem com esse foco.

Mulher asiática usando vestido de alcinha listrado e chapéu com abas largas posa está sentada em uma mesa em frente a um prato de salada e um de batatas fritas. A mulher está fazendo uma espressão de surpresa e dentro de um restaurante em que as cadeiras são brancas e a toalha é xadrez. Há forte iluminação natural.

O que fazer um uma viagem gastronômica?

A melhor coisa a se fazer é ir atrás da comida! E para isso, alguns lugares e eventos devem ser inseridos no planejamento da viagem. Uma boa dica é ficar atento em:

  • Feiras e comidas de rua;
  • Restaurantes tradicionais;
  • Mercados locais;
  • Festivais gastronômicos;
  • Rotas gastronômicas;
  • Fábricas que permitem visitação.

7 lugares para fazer turismo gastronômico

Então, se você está interessado e curioso para organizar sua próxima viagem com foco na gastronomia local, acompanhe essa lista com 7 destinos especiais para fazer um turismo gastronômico.

Homem usando calça jeans e camisa de manga longa com um avental quadriculado em branco e azul está no que aparenta ser uma barraca, com diferentes queijos a sua frete. O homem estende a mão segurando um queijo pequeno e alaranjado.

Rota do Queijo, Serra da Canastra, MG

O Parque Nacional da Serra da Canastra é um lugar especial no coração dos brasileiros que amam queijo. Localizado no sudoeste do estado de Minas Gerais, a região conta com a altitude e o clima que favorecem a produção de um queijo que só é encontrado lá. Inclusive, os queijos encorpados e saborosos produzidos na rota do queijo são considerados um Patrimônio Imaterial do Brasil.

Quem quer conhecer a região pode aproveitar para visitar fábricas de queijo e é claro, degustá-lo durante o passeio.

Gramado, RS

Essa cidade gaúcha é procurada por muita gente, já que é um cenário perfeito para os apaixonados. Mas, além do ar romântico da cidade, Gramado também tem um outro atrativo que são as comidas. Além dos passeios em vinícolas, que envolvem muita degustação e conhecimento, a cidade é cercada por diversos restaurantes únicos.

Tem restaurante que só serve fondue, já outros que trabalham com um café da manhã que você não vai encontrar em nenhum outro lugar. Isso tudo combinando com o clima frio e romântico da cidade.

Rota do Cacau, BA

Se engana quem acha que a Bahia só tem praia como um atrativo. O estado baiano é responsável por quase metade da produção de cacau do país e grande parte disso está localizado no sul do estado.

A rota do cacau começa no município de Ilhéus e passa por mais 25 municípios que tem como foco a produção de cacau e chocolate. Quem escolhe conhecer a região, pode visitar fábricas de chocolate, plantações de cacau, conhecer produção de chocolates orgânicos e artesanais, dentre outras coisas que vem do cacau.

Vale dos Vinhedos, RS

Também conhecido como roteiro do vinho, a região do Vale dos Vinhedos é conhecida por ser destino certo para os amantes do vinho. O local conta com diversas vinícolas, já que sua localização geográfica é favorável para a produção dessa bebida.

Então, para quem deseja conhecer melhor o Vale dos Vinhedos, já vale a pena procurar um passeio com transporte, para poder aproveitar as degustações sem problema algum.

Dois homens e uma mulher, todos brancos e usando camisas xadrez bebem vinho em frente a uma plantação de uvas enquanto o sol se põe. O homem à esquerda, com barba curta e camisa xadrez azul veste um chapéu e a mulher que está à direita tem cabelo longo ondulado e castanho claro. O homem no meio usa camisa xadrez vermelha com branco e tem o cabelo curto.

Rota do Lagarto, Domingos Martins, ES

Um bom lugar para quem quer combinar descanso e comida boa é a região de Pedra Azul, no município de Domingos Martins, no Espírito Santo. A Rota do Lagarto é uma região que conta com diversos restaurantes com uma gastronomia mais refinada. Além disso, outra atração do lugar são as cervejas. Para os amantes da bebida, é possível conhecer algumas cervejarias artesanais, fazer degustações e levar umas garrafas para casa.

Outro evento importante que acontece na região é a Festa da Imigração Alemã. Então, se você está interessado em visitar a região no sul capixaba, vale a pena aproveitar a época do ano da festa para conhecer mais ainda da culinária local.

Santa Rita do Sapucaí, MG

Pois bem, não podia faltar nessa lista uma região para os amantes de segunda bebida mais consumida pelos brasileiros: o café. E a cidade de Santa Rita do Sapucaí, localizada no sul de Minas Gerais, é conhecida por ter o melhor café especial do mundo.

A combinação do clima com a topografia local colaboraram com esse título. E, se você é um amante de um bom café e paisagens exuberantes, pode colocar Santa Rita do Sapucaí na lista das próximas viagens.

Na região é possível visitar plantações, conhecer a produção do café e degustar cafés excelentes e únicos. Além de aproveitar as diversas cafeterias locais, sempre é possível participar de eventos e fazer cursos na região com foco em café e conhecer mais ainda dessa bebida tão presente no dia a dia do brasileiro.

São Paulo, SP

É claro que a capital paulista merecia um espaço aqui. A cidade, que é um grande centro cultural, também concentra uma diversidade culinária única, que faz todo mundo querer ir para lá conhecer os restaurantes locais.

Então, se você está com viagem marcada para lá, ou até mesmo é morador dessa metrópole, tire uns dias para desfrutar melhor da diversidade gastronômica de São Paulo. O Mercado Municipal, as comidas de rua, os restaurantes famosos e renomados. Enfim, as opções são inúmeras e com certeza toda vez que você for a São Paulo você vai ter algo novo para conhecer.

Fachada de um pub toda em vermelho, com rua de parelelepípedos

Combinação perfeita!

É, deu para perceber que viagem e comida são uma dupla maravilhosa. Mas, lembre-se que todo lugar tem um prato tipo, um bar famoso, uma barraquinha tradicional para você visitar e provar as comidas.

Então, mesmo que o foco da sua viagem não seja a gastronomia local, não deixe de conhecer mais sobre. Isso com certeza fará sua viagem ser ainda mais proveitosa.