Após tanto tempo vivendo numa pandemia, as coisas estão aparentando retornar ao normal. Graças à queda nos números de casos e ao avanço da vacinação em vários países do mundo já é possível voltar a fazer uma das melhores coisas que há na vida: viajar!

Avião branco iniciando voo com bandeira da Suíça na cauda e a palavra swiss escrita em vermelho no corpo

Então, depois de Portugal e Espanha, chegou a vez da reabertura da Suíça, que voltou a receber brasileiros. Assim, se você tinha planos de conhecer a terra dos chocolates e dos relógios precisos, pode voltar a planejar a viagem! Só que antes de comprar as passagens, não deixe de acompanhar as regras e dicas neste texto. Ah, mas lembre-se: caso esteja planejando visitar outro país após sua passagem pela Suíça, é preciso conferir as regras do local de destino.

A partir de quando é possível viajar para a Suíça?

Bandeira da Suíça que aparenta estar em movimento devido ao vento em primeiro plano, com cadeia de montanhas cobertas de neve dos alpes suíços ao fundo

Uma boa notícia: o país já está com as fronteiras abertas desde o dia 26 de junho.

E a fronteira foi aberta mesmo para viajantes vindos de países onde circulam novas variantes do coronavírus, como é o caso do Brasil. Então, além dos brasileiros, estão sendo aceitos turistas europeus, como do Reino Unido, e de outros diversos países, como África do Sul, Canadá e Índia.

O que é preciso para viajar?

TEXTO ALT

Assim como em outros países, a reabertura da Suíça veio com algumas regras.

A principal regra é já ter tomado as duas doses da vacina ou a vacina de dose única. Então, para quem já está imunizado, não é necessário realizar nem quarentena e nem apresentar o teste PCR negativo.

Para essa retomada do turismo, a Suíça está aceitando as vacinas já aprovadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que são: BioNTech, Moderna, Pfizer, Janssen, AstraZeneca, Sinovac (CoronaVac) e Sinopharm. E a comprovação da vacinação é bem simples, já que basta apresentar, junto do passaporte, o comprovante da vacinação.

Já quem tomou apenas uma dose e quer entrar na Suíça, aí a regra é outra. Nesses casos, é preciso apresentar um exame PCR negativo feito até 72 horas antes ou um teste rápido de antígeno, feito nas últimas 24 horas. Além disso, é necessário ainda cumprir uma quarentena de 10 dias.

A regra serve para pessoas com mais de 16 anos. Os menores de 16 anos, estão isentos de comprovação de vacinação. E para retornar ao Brasil, é necessário fazer e apresentar um teste PCR com o resultado negativo.

O que visitar na Suíça?

TEXTO ALT
Lago Lucerna

A Suíça não se resume ao Alpes Suíços. Apesar deles serem um ponto único do país. Mas, se você está vacinado e se animou com a reabertura das fronteiras para o turismo no país, é importante ter algumas dicas do que visitar por lá.

Já é melhor ir avisando que o clima costuma ser bem diferente do que é sentido aqui no Brasil. Então, é bom se preparar para o frio, ainda mais se for viajar durante o outono e inverno (que lá é durante a primavera e verão brasileiros).

Outro ponto importante é a moeda local. Apesar de ser um país europeu, a moeda utilizada não é o Euro, e sim o Franco Suíço. E por fim, a Suíça tem 4 idiomas oficiais, que são: alemão, francês, italiano e romanche, que é um dialeto local.

Agora que você já sabe umas informações básicas, fica mais fácil seguir as dicas. E é possível separar 5 destinos de encher os olhos.

A capital Berna é um centro histórico belíssimo, que preservou a sua cultura, arquitetura e tradição.

Genebra é conhecida por ser a sede da Organização das Nações Unidas (ONU) e por isso é um lugar rico em diversidade. Além disso, a cidade merece uma atenção especial para a sua gastronomia.

Já para quem ama uma beleza natural, montanhas e lagos incríveis, Interlaken é uma ótima pedida.

Outra cidade que não pode ficar de fora é Zurique, que é a maior cidade do país. A metrópole se destaca pela organização, limpeza, e claro, a sua beleza. Além de ser uma ótima parada para quem curte uma vida noturna mais agitada.

Por fim, para quem procura mais aventura, São Moritz é o lugar ideal. Isso porque a cidade é bastante procurada para quem quer fazer alpinismo.

Ainda é preciso ter cuidado!

TEXTO ALT
Praça Pestalozzi em Yverdon-Les-Bains

Agora que chegou no fim do texto, com certeza você está doido para sair por aí. Mas, é importante entender que os lugares que estão reabrindo as fronteiras estão em fase de reabertura, ou seja, ainda há diversos protocolos a serem seguidos dentro do país.

Então, se resolver viajar, não deixe de respeitar as regras locais, use máscara em lugares solicitados, mesmo que já esteja com as duas doses da vacina tomadas. É importante entender que, mesmo com a volta do turismo, esse é um momento ainda delicado.

Mas, se mesmo com todos os cuidados você tiver algum problema com seu voo, não perca a oportunidade de reivindicar seus direitos com a ajuda do perdimeuvoo.com!