Se tem uma coisa que todo mundo está sentindo falta é de viajar. Apesar de toda a flexibilização do comércio e da volta às aulas em muitas cidades, a pandemia causada pelo coronavírus ainda está aí e o população mundial aguarda ansiosamente por uma vacina para ver o seu fim o quanto antes.

homem de máscara prestes a entrar em avião
Mesmo com as medidas de flexibilização durante a Pandemia, é seguro viajar?

Desde março deste ano, muitas fronteiras e aeroportos foram fechados, diversos museus e exposições ficaram sem nenhum público e cinemas estão há meses sem lançar um filme. Sem falar nos shows e festivais que foram todos cancelados sem previsão de retorno.

Então, sem eventos, sem museus e com fronteiras fechadas, ficou muito difícil viajar. E por isso, um dos setores da economia que mais sofreu com isso neste ano foi o do turismo.

Mas, depois de mais de 6 meses em casa, estudando, trabalhando e treinando, ninguém aguenta mais ficar entre 4 paredes e não vê a hora de sair por aí explorando as belezas de cada canto do planeta.

Entretanto, será que é seguro viajar nesse período? Algumas pessoas já estão se aventurando por aí, outras ainda estão com medo de arrumar as malas e partir. Nesse artigo você vai esclarecer as dúvidas e descobrir se está seguro ou não sair por aí.

É seguro viajar de avião?

homem de máscara sentado dentro de avião olhando para a câmera
Muitas ações estão sendo tomadas dentro de aviões, uma vez que se trata de um ambiente fechado.

Antes de começar, é importante lembrar que nenhum ambiente é 100% seguro, apenas dentro de casa isolado da sociedade. Mas, é importantíssimo tomar alguns cuidados para evitar e diminuir o risco de contágio do coronavírus.

E é isso que tem acontecido com os aviões. Algumas ações estão sendo tomadas, principalmente por se tratar de um ambiente fechado, onde não há circulação de ar.

Um dos sistemas usados para filtrar o ar dos aviões é o com a tecnologia chamada de HEPA, do inglês High Efficiency Particulate Air. Esse sistema é uma forma de purificar o ar da aeronave. O processo garante que o ar seja limpo e é efetivo, mas, como já foi falado, não previne a remoção total do vírus.

Além disso, é ideal manter poltronas vazias entre o passageiros, diminuindo assim o contato entre as pessoas. E na hora do embarque e desembarque. é fundamental que tudo esteja muito organizado. As pessoas devem entrar e sair respeitando a ordem das cadeiras. Inclusive, essa regra poderia permanecer para sempre, não acha?

É importante lembrar que, dependendo da companhia aérea, o serviço de bordo está cancelado ou reduzido, para diminuir o risco de contaminação.

Então, é importante permanecer de máscara o tempo todo, evitar conversar muito próximo dos outros passageiros e, é claro, evitar ao máximo tocar em locais onde muitas pessoas tocam, como maçanetas e corrimãos. E quando isso acontecer, procure lavar as mãos com água e sabão ou quando não tiver como, usar álcool 70 para a limpeza.

E os aeroportos?

Homem de máscara com mochila aguardando sua bagagem no aeroporto
Mesmo com o tamanho dos aeroportos, vários cuidados devem ser todamos!

Aeroportos são lugares amplos, porém fechados. E por isso alguns cuidados devem ser tomados, como os cuidados com higienes das mãos e o uso constante de máscara.

No mais, alguns aeroportos estão usando a tecnologia a seu favor para evitar que o contato entre os funcionários e passageiros. As companhias estão realizando check-in e despacho de malas de forma virtual. Ou seja, menos contato e mais segurança para todos os passageiros.

É seguro viajar de carro?

vista da traseira de um carro com mulher dirigindo e fazendo sinal positivo pela janela
As viagens de carro, possivelmente, são as mais seguras durante a Pandemia. Mas cuidado com as paradas!

Obviamente, dentro de um carro com pessoas conhecidas é muito mais seguro do que em outros meios de transporte. E assim, a exposição ao vírus é menor, principalmente se todos os viajantes estiverem isolados juntos, antes da viagem.

Porém, se deseja viajar de carro é importante ficar atento às paradas. Seja para ir ao banheiro ou comer algo, é preciso ter muita atenção nessa situação e evitar o máximo possível. Sem falar nos pedágios pelo caminho.

Dê preferência para sair de casa com o dinheiro já trocado, assim fica mais fácil evitar pegar em troco. E claro, lembre de levar uma garrafinha de álcool 70% sempre.

E quanto aos hotéis e pousadas? Como está a segurança?

Mulher turista tendo sua temperatura medida por funcionária de hotel
Os hotéis e pousadas redobraram seus cuidados durante a pandemia!

Os hotéis e pousadas redobraram os cuidados para conseguirem abrir ainda durante a pandemia. Mas, antes de fazer qualquer reserva, entre em contato com o hotel e procure saber quais são as medidas adotadas e a política de cancelamento da empresa.

Nesse texto já publicado anteriormente no blog, é possível entender melhor sobre as mudanças que os hotéis fizeram para esse momento.

Mas, se atente a algumas coisas quando for fazer uma reserva nesse atual momento:

  • Quais são as regras em caso de cancelamentos e/ou alterações? Infelizmente, as coisas podem piorar, os casos de mortes podem voltar a subir e as fronteiras e hotéis podem ser obrigados e fechar novamente. Então, é importante se atentar quanto ao cancelamento e alteração de datas.
  • Como os hotéis estão funcionando? As áreas comuns, como piscina e sauna, podem estar fechadas e dependendo do objetivo da viagem, isso pode ser frustrante.

Se for viajar na pandemia, lembre-se:

Infelizmente, enquanto não houver uma vacina para o novo coronavírus, não será 100% seguro viajar.

Independente do local, seja uma viagem nacional ou internacional, sempre siga as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) referentes a higiene e a distanciamento social.

Em caso de viagens internacionais, procure bem as regras do país, se ele está aceitando a entrada de turistas estrangeiros. As regras variam muito de país para país e alguns impõem uma isolamento de pelo menos 7 dias antes de começar a conhecer os locais.

Por isso é importantíssimo se atentar a isso. Afinal, imagina você tirar 10 dias de férias para conhecer um país novo e chegando lá descobre que tem que ficar de quarentena antes de poder aproveitar o local.