A maior parte das pessoas sabe que os benefícios previdenciários (como a aposentadoria) são concedidos pelo Instituto Nacional de Seguro Social, o famoso INSS. Caso você queira saber mais, nós temos um artigo inteiro sobre o tema!

No entanto, a demora para a análise do benefício é uma reclamação comum entre os requerentes. O prazo para resposta de concessão ou indeferimento existe, mas é frequentemente desrespeitado.

Por isso, muitos têm a seguinte dúvida: qual o prazo para o INSS conceder a aposentadoria?    

Qual o prazo para o INSS conceder a aposentadoria?
INSS tem 45 dias para chegar a um veredito em relação ao benefício.

Os Prazos Máximos para análise do benefício

Até o final do ano passado, o INSS possuía dois prazos estipulados legalmente:

· Segundo a Lei 8.213/91, após a entrega da documentação o INSS possui 45 dias para chegar a um veredito em relação ao benefício do Regime Geral da Previdência Social (RGPS).

· A Lei 9.784/99, por sua vez, concede o prazo de 30 dias, prorrogáveis por mais 30 dias, para a resposta administrativa. Ou seja, o prazo de análise para concessão ou indeferimento do benefício é de até 60 dias.

Entretanto, isto mudou em dezembro de 2020. Um acordo firmado entre o INSS e o Ministério Público Federal (MPF) foi aprovado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Nele, está autorizada a mudança do prazo para até 90 dias.

Portanto, com exceção da aposentadoria por invalidez (média de 30 dias para retorno), o tempo de resposta para análise do benefício aumentou.

Prazos Máximos para análise do benefício - agência INSS

Por que o INSS Atrasa?

A aposta de alguns na digitalização dos serviços para agilizar o processo deu certo, porém, em partes.

No entanto, apesar do atendimento online por meio do Meu INSS, algumas questões podem causar atrasos:

Pedidos acumulados e déficit no quadro de servidores

É estimado que cerca de 1,2 milhão de brasileiros estejam aguardando resposta do INSS para a concessão de benefícios. O quadro de funcionários reduzido em relação ao grande número de pedidos pode comprometer o atendimento.

Problemas com a documentação do solicitante

Outro problema comum que pode gerar demora na resposta é o envio de documentação incompleta ou incorreta por parte do segurado.

Divergências nas informações previdenciárias

Pode haver problemas e questões de atraso nas situações em que as informações de vínculos trabalhistas estejam em divergência com aquelas registradas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

A própria informatização do sistema

Ainda que facilite o processo do pedido de aposentadoria e demais benefícios, o sistema remoto pode prejudicar aqueles que não estejam familiarizados com o ambiente online, em especial os mais idosos.

Por que o INSS Atrasa?

O que fazer se o prazo do INSS se esgotar

Apesar de ser regida por lei e mesmo com o aumento do prazo, é possível que ele acabe e o segurado continue sem uma resposta do INSS.

Neste caso, é preciso procurar maneiras de buscar os seus direitos de maneira ativa.

Um caminho que vem apresentando resultados segundo os usuários é a Ouvidoria do INSS. Caso o seu processo esteja atrasado, é importante registrar a denúncia junto ao órgão.

Outras maneiras de reivindicar a resposta do pedido de benefício são:

· Pela internet: além da Ouvidoria do INSS, é possível também registrar o requerimento na Ouvidoria do Ministério da Economia.

· Pelo telefone: entre em contato com a central de atendimento do INSS pelo número 135. O horário de funcionamento especificado pelo órgão é de segunda a sábado, das 7h às 22h (horário de Brasília);

·         Por correspondência: envie uma carta-requerimento endereçada para Esplanada dos Ministérios, Bloco F, Ed. Sede, Térreo, Sala 45, CEP 70059-900. Brasília/DF;

· Presencialmente: o atendimento presencial ocorre de segunda à sexta, das 9h30 às 17h, na Esplanada dos Ministérios, Bloco F, Edifício Anexo, Ala ‘A’, 1º andar.

Caso nenhuma destas alternativas surta efeito, o segurado pode entrar na justiça. No entanto, essa decisão deve ser tomada com cautela e apenas em casos de extrema necessidade.

Existem duas formas de entrar com a ação. A primeira delas é por meio de requerimento da aposentadoria.

Nesta modalidade, o juiz avalia o pedido e concede o benefício sem que o processo esteja finalizado no INSS.

A outra alternativa é por meio de um mandado de segurança. Ele funciona como um pedido do juiz para o INSS quanto ao cumprimento do prazo.

O que fazer se o prazo do INSS se esgotar

Informação e planejamento beneficiário são essenciais

Estar informado sobre o processo e ter a documentação correta. Estes são dois passos muito importantes para quem deseja dar entrada na aposentadoria e evitar os atrasos do INSS. Além disso, a previdencia.online está apta a te ajudar com problemas em adquirir seu benefício.

Planeje-se o quanto antes e organize a sua documentação. Evite dores de cabeça. Saiba mais sobre sua aposentadoria e direito previdenciário com nossos artigos!