Você pode fazer um pente fino na sua despensa de casa, a fim de separar os produtos fora da validade daqueles que estão bons. Ou até mesmo fazer um pente fino no seu armário e retirar tudo que não tem mais uso e só está ali ocupando espaço.

É basicamente isso que o Instituto Nacional do Seguro Social faz no famoso Pente Fino do INSS. Essa operação tem como objetivo revisar uma grande parte dos benefícios do Instituto, a fim de conferir se não tem nenhum direito sendo pago indevidamente. Quer saber mais sobre essa revisão do INSS? Continue lendo esse texto.

Primeiramente, qual o objetivo do pente fino?

Fachada de prédio bege com INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL BLOCO O escrito em caixa alta e ao lado um poste triangular azul escrito PREVIDÊNCIA SOCIAL

O pente fino do INSS tem como objetivo revisar os benefícios concedidos por ele ao seus beneficiários. No pente fino que começou em agosto deste ano, o INSS está analisando todos os auxílios por incapacidade temporária, o antigo auxílio doença, e a aposentadoria por invalidez.

Essa análise, estão sendo chamados quem recebe o auxílio doença e está há mais de 6 meses sem passar pela perícia médica e sem alta programada e para os aposentados por invalidez que estão há mais de 2 anos sem realizar a perícia.

Além disso, quem recebe o Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas) também pode ser convocado. Com isso, o INSS pretende analisar quais benefícios devem ser cortados, quais serão mantidos e quais devem ser transferidos para a aposentadoria por invalidez.

Neste atual processo, o INSS pretende convocar e examinar mais de 900 mil beneficiários, e desses mais de 170 mil já receberam a convocação.

Como é a convocação?

Interior de agência do INSS, com placa escrito Consultório Perícia Médica em destaque

O INSS está convocando através de uma carta. Após receber a carta, o segurado tem 30 dias para agendar a sua perícia. Quando isso não ocorre dentro do prazo, o benefício é suspenso. Se após 60 dias do recebimento o segurado não se manifestar e agendar a perícia médica, o benefício será cancelado.

O agendamento é feito pelo portal Meu INSS ou pelo telefone 135. A consulta é feita presencialmente em uma unidade do INSS. É necessário levar, além do documento pessoal, outros documentos que comprovem que ainda há a necessidade de renovar o benefício.

Caso seja necessário remarcar a perícia, é possível fazer desde que seja apresentada uma justificativa.

Saiba Mais: Revisão de perícia do INSS tem prazo de 30 dias após convocação

Quem será convocado?

Todos os segurados que estão recebendo o auxílio por incapacidade temporária e estão há mais de 6 meses sem realizar a perícia médica estão sendo convocados. O objetivo principal desse pente fino é analisar os benefícios mais antigos.

Vale reforçar que mesmo quem já foi convocado em outra ação de pente fino do INSS e for convocado novamente, deve comparecer e realizar o processo normalmente.

Mulher de pele clara usando pijama em tons de cinza em sofá cinza está encolhida com as mãos no cabelo em sinal de estresse

O que fazer em caso de corte do benefício?

O objetivo do pente fino é realmente cortar alguns benefícios que estão sendo pagos indevidamente. Mas, pode ser que ocorra do INSS entender que o segurado não necessita mais desse benefício e o beneficiário achar o corte injusto.

O resultado da perícia deve ser postado no seu perfil do INSS no mesmo dia, após às 21 horas. Caso o beneficiário queira recorrer, é preciso fazer isso em até 30 dias.

Leia Também: Auxílio Doença em 2021: o que é? Como solicitar?

Qual a diferença entre os a aposentadoria por invalidez e o auxílio por invalidez temporária?

Para quem acompanha o blog, já deve saber qual é a diferença. Mas, resumindo, a diferença principal entre os dois benefícios é se há ou não condições de retomada ao mercado de trabalho.

Quando o segurado sofre um acidente ou por motivo de doenças não consegue realizar o seu trabalho de força temporária, o INSS concede a ele o auxílio por incapacidade temporária. Porém, quando o segurado não apresenta condições de voltar ao trabalho antigo, nem de ser remanejado para outro, o benefício será a aposentadoria por invalidez.

Vale reforçar que muita gente acha que a aposentadoria por invalidez é para sempre, mas não é assim. Também é preciso realizar perícia médica a cada 2 anos ou sempre que for convocado pelo Instituto. Tanto que no pente fino realizado pelo INSS, a autarquia também está analisando esse benefício e vendo se os aposentados por invalidez tem condições de retornar à atividade laboral.

Para saber mais, leia o artigo Auxílio doença ou por incapacidade temporária? Saiba se há diferença entre os benefícios.

Mão branca segura celular preto da HUAWEI com a logo da Previdência Social aparecendo na tela

Atenção!

É importante não dar nenhum documento ou informação a pessoas que entrarem em contato por telefone ou outro meio sobre o INSS. É muito comum casos de golpe durante essas ações grandes promovidas por instituições do governo.

Lembre-se que todo o contato será feito por carta, pelo seu perfil no Meu INSS ou pelo telefone 135. Qualquer contato feito fora desses meios de comunicação pode ser um golpe.

Além disso, outra dica para não correr o risco de ficar sem receber a sua convocação é estar atento aos seus dados concedidos ao INSS. Então, caso você tenha se mudado ou trocado de telefone, atualize suas informações junto ao INSS para não correr o risco de perder o prazo da convocação.

No mais, fique ligado aqui no blog para saber tudo sobre o INSS e como não perder o seu benefício. Mas, caso ele seja rescindido de forma indevida, a previdencia.online possui profissionais capacitados para te ajudar.