O famoso mochilão é a melhor maneira de viajar e não gastar demais. Você economiza com hospedagem acampando, economiza com transporte pegando carona e economiza na alimentação fazendo sua própria comida. Mas engana-se quem pensa que só mochilando é possível viajar sem gastar muito.

Se você ficar atento aos meses do ano de baixa temporada e acompanhar sempre o nosso blog, certamente economizará muito na hora de fazer a sua tão sonhada viagem.

Uma grande aliada quando o assunto é passagem barata de avião são as tecnologias.

Aplicativos como a Skyscanner possibilitam uma pesquisa ainda mais prática e apurada, conseguindo resultados realmente satisfatórios para você voar sem precisar gastar muito.

Costa Rica

Antes, conheça os dias da semana mais baratos para voar

Você pode economizar na sua viagem de diversas formas, mas uma das mais fáceis é ficar de olho na época do ano barata para voar, existem dias, semanas e meses mais baratos para viajar. Mas essas datas mudam de acordo com o tipo de viagem.

Por exemplo, se for uma viagem dentro do nosso território nacional e durar mais de uma semana, os preços mais baratos serão com embarque aos domingos e volta às quintas-feiras. Já em viagens internacionais com duração de mais de uma semana, é preferível voar às segundas ou terças e voltar numa quarta ou quinta.  

Agora, se for uma viagem de curta duração, os dias mudam. Numa viagem de até uma semana dentro do Brasil, os melhores dias para viajar são nas sextas ou sábados, já para a volta, nos domingos ou segundas-feiras. Já em viagens curtas para fora, as passagens mais baratas de ida são às sextas e de voltas às segundas.

O que explica essa variação é a procura pelos voos. Viagens curtas a lazer são geralmente mais baratas do que viagens a negócios. Por isso, pesquise bem antes de comprar sua passagem aérea. Sempre terá o mês mais barato para viajar.

Os meses em que os preços caem

Um dos grandes problemas para quem adora viajar são os preços das passagens aéreas. Todo mundo sabe que, na maioria das vezes, não é barato fazer uma viagem, ainda mais com a alta do dólar. Mas saiba que é possível sim comprar passagem barata de avião.

E uma das dicas mais importantes para quem quer gastar pouco na hora de fazer uma viagem é ficar de olho nas passagens, pois existem épocas do ano em que os preços caem significativamente. Por isso, é indicado pesquisar muito bem antes de fazer a compra. E para isso, existem aplicativos que facilitam muito essa busca, como a Skyscanner, que traz panoramas mês a mês e diários de como estão os valores das passagens aéreas.

Não é novidade pra ninguém que os preços das passagens aéreas aumentam na alta temporada, mas você realmente sabe quando de fato são as altas temporadas? Separamos abaixo a média dos meses mais baratos para viajar de avião:

  1. Setembro: R$ 154,39
  2. Outubro: R$ 174,85
  3. Junho: R$ 185,41
  4. Maio: R$ 209,27
  5. Agosto: R$ 252,24
  6. Abril: R$ 277,03
  7. Março: R$ 295,70
  8. Novembro: R$ 350,30
  9. Dezembro: R$ 363,39
  10. Fevereiro: R$ 372,70
  11. Janeiro: R$ 406,99
  12. Julho: R$ 415,32

*Fonte: Infomoney.com. **Saindo do Rio de Janeiro com destino a São Paulo.

Rio de Janeiro

Dicas importantes para economizar

Todo mundo gosta de economizar, não é mesmo? Ainda mais na hora de fazer uma viagem. Por isso, preparamos algumas dicas para você fazer aquela viagem dos sonhos e ainda sobrar bastante dinheiro pra contar história.

  • Compre a passagem com antecedência: comprando passagens aéreas com bastante antecedência, você pode achar ótimos preços, até mesmo em períodos de alta temporada. Por esse motivo, planeje bem sua viagem e comece a procurar passagens com pelo menos 5 ou 6 meses de antecedência.
  • Pesquise sempre: muitas pessoas decidem o destino da viagem de acordo com o preço das passagens. Por isso, fique de olho em tudo e pesquise bem os melhores destinos. A Skyscanner é uma solução interessante para facilitar suas pesquisas e encontrar os melhores preços.
  • Escolha um destino barato: não siga a boiada, dê preferência aos países da América do Sul ou do sudeste Asiático. Quanto menos pessoas vão, mais barato fica, essa é a regra do jogo. Assim, você vai viajar barato como sempre quis.
  • Receba ofertas: sabe aquelas newsletters que você tanto ignora? Então, elas podem te ajudar a economizar, e muito. Cadastre-se em sites de viagens e de companhias aéreas para receber ofertas exclusivas no seu e-mail. Fique ligado também nas redes sociais, sempre aparece alguma promoção de última hora com um grande desconto.
  • Passe mais tempo em cada lugar: se deslocar em países com a moeda mais cara que a nossa pode sair caro, mesmo que seja para perto, ainda mais quando se tem pouco tempo e mil coisas para ver de uma vez só. Uma dica bacana é ficar mais tempo nos mesmos lugares, assim você economiza com o transporte e ainda conhece melhor o local.
  • Economize com as refeições: provar novos pratos de novas culturas é algo maravilhoso, a gente sabe. Mas, tem seu preço. Não queremos que você deixe de comer na rua, mas, para economizar, é preciso fazer alguns esforços. Selecione bem os lugares que vai sair para comer, certifique-se que valerá a pena gastar com aquilo e não tenha vergonha de fazer sua própria comida na maioria das vezes.
  • De graça? Até injeção na testa: essa é uma das melhores dicas. Se você pesquisar bem sobre o local de destino da sua viagem, certamente encontrará atrações gratuitas pela cidade. Praças, parques, igrejas, monumentos, espetáculos de ruas e até museus você encontra como alternativa de entretenimento sem que precise colocar a mão no bolso.  
  • Transporte público é vida: a gente sabe que trocar a comodidade de um Uber por um busão é difícil, ainda mais depois de uma viagem cansativa. Poucas pessoas que chegam no local de destino, cansados e carregados de malas, optam por pegar um transporte público. Por isso, se você quer economizar, abuse e use do metrô, ônibus e outras alternativas de transporte da região. Assim, você consegue economizar bastante durante a viagem.
  • Passe bem longe das baladas: se possível, evite ir em baladas, além de ser uma atração cara por natureza, o consumo lá dentro sempre beira o exorbitante. Mas se você é um baladeiro convicto e não abre mão, vá o mínimo possível e ir em dias com promoções, assim você não enfia o pé na jaca de uma só vez.
  • Compre somente o imprescindível: se você for brasileiro, não tem jeito. A vontade de comprar fala mais alto. Mas se esforce, compre somente o que realmente precisa, pois de lembrancinha em lembrancinha a conta acaba ficando bem gorda. Lembre-se que o mais importante numa viagem são as experiências vividas e não objetos materiais supérfluos.