Viajar é uma das melhores coisas da vida, isso é um fato. Conhecer novos lugares, pessoas, comidas e ter novas experiências não tem preço. Mas o que uma viagem tem de bom, também pode ter de ruim. Quem viaja sabe que imprevistos podem acontecer. Ter o voo atrasado, perder o voo e até o overbooking são um dos maiores pesadelos de quem viaja de avião.

Mas existe um outro “inimigo” dos viajantes que sempre incomodou. Quem viaja sabe que às vezes, quando o destino é muito longe, o cansaço parece que bate de uma forma diferente. Ficar muito mais fadigado, perder o sono e não aproveitar a viagem como deveria são uns dos diversos sintomas do jet lag. Mas você sabe de fato o que é jet lag?

Jet lag certamente é o pior companheiro de viagem que você pode ter. Muitos insistem em chamar isso de lenda urbana ou até de frescura, mas jet lag existe sim e incomoda.

O que é Jet Lag?

Falando de forma bem simples e didática, o jet lag é um transtorno temporário do sono. Ele se revela e apresenta seus sintomas quando o nosso relógio biológico do corpo está desregulado com o novo fuso horário em questão. A grande maioria dos casos de jet lag acontece numa longa viagem que tem mudança de horário significativa.

Em termos médicos, jet lag significa “dissincronose”. Que é uma mudança brusca de fuso horário em que o metabolismo da pessoa é pego de surpresa. O jet lag acontece porque o relógio biológico do ser humano foi feito para se ajustar à rotina.

Isso quer dizer que quando existe uma mudança súbita de horário, o viajante pode sofrer com esse problema. Ou seja, quando o passageiro cruza três ou mais zonas do fuso horário, é comum o jet lag acontecer. Na prática, esse cansaço é causado pela alternância do horário entre dormir e estar acordado.

Quais são os males que o Jet Lag causa?

Convenhamos, descobrir o que é o jet lag na prática é algo que ninguém quer. Às vezes, você já pode ter sofrido desse mal e nem sequer achou que seria o temido jet lag. Isso se dá pelo motivo do jet lag ter mais de um sintoma e variar de pessoa para pessoa. Além disso, ele não tem restrição de idade, apesar dos idosos estarem mais propensos a isso. Outro fator que muda de pessoa para pessoa é a capacidade do viajante de dormir durante a viagem. As pessoas que conseguem dormir durante o voo, estão menos sujeitas aos malefícios do jet lag. Para saber se você está sofrendo desse mal durante a sua viagem, separamos uma lista com os sintomas mais comuns. Confira abaixo:

  • Dor de cabeça e no corpo
  • Fadiga e sono
  • Má digestão
  • Insônia
  • Problemas de concentração
  • Perda de memória momentânea
  • Mudança de humor
  • Irritação na pele

O que fazer para diminuir o Jet Lag?

Todo mundo está sujeito a sofrer com o jet lag, mas sabia que é possível diminuir seus efeitos? Para não sofrer com esse temível problema que pode fazer sua viagem se tornar um verdadeiro pesadelo, é fundamental seguir algumas dicas. Confira:

Se adapte ao novo fuso horário antes mesmo de chegar

Uma das dicas mais importantes para diminuir os efeitos do jet lag durante uma viagem é começar a entrar no novo fuso horário do local que irá viajar. Mude, gradativamente, seus horários dias antes da viagem. Sempre de acordo com o horário do seu destino. É importante ir mudando os horários das refeições e até de dormir. Com isso, seu corpo irá se regular aos novos horários, fazendo com que a adaptação seja muito mais rápida e menos dolorosa.

Durma durante o voo

A gente sabe que não é fácil, mas dormir durante o voo pode amenizar bastante os efeitos do jet lag. Por isso, dê preferência para voos noturnos, assim, as chances de você conseguir dormir serão ainda maiores. Sem contar que com você dormindo, o voo passará muito mais rápido. Chegar descansado ao seu destino é fundamental para que sua viagem seja muito mais prazerosa e produtiva.

Diminua a ingestão de álcool e café

Que eles são uma paixão nacional a gente não pode discordar. Mas, infelizmente, além de desidratar, o álcool também pode afetar seu sono. O café também tem o poder de mexer no seu sono, o que não é uma boa coisa, ainda mais com os vários problemas de fuso horário que irá enfrentar. O álcool pode fazer você dormir antes do ideal e o café pode fazer você não conseguir pregar o olho durante a viagem. Por isso, pelo menos antes e durante a viagem, evite essas bebidas.

Beba bastante água

Não tem coisa melhor nessa vida do que ser hidratado. Água cura tudo. Por isso, se hidrate bastante antes, durante e após a viagem. O jet lag é muito mais intenso quando não estamos devidamente hidratados. Durante o voo, é comum não bebermos a quantidade correta de água, mas evite ao máximo isso. Vale lembrar que frutas, sucos e outras bebidas também hidratam.

Evite dormir logo após chegar ao destino

Essa dica é muito difícil de seguir, a gente sabe. Ainda mais dependendo da viagem, do avião e da quantidade de conexões que o voo fez. Depois de uma viagem longa e cansativa, a única coisa que queremos é deitar na cama do hotel e dormir até nos sentirmos completamente descansados. Mas, por mais que seja difícil, lute contra esse desejo. Se você chegar pela manhã ou à tarde, faça uma caminhada pela cidade, coma algo fora, só não fique deitado na cama, pois o sono chega e chega avassalador. Se você acabar dormindo, sua adaptação ao novo fuso horário será ainda mais difícil e sofrida. Uma ótima dica é: assim que chegar, tome um banho e vá fazer qualquer outra coisa que não envolva sua cama.

Mantenha uma rotina balanceada na sua alimentação

Seu corpo e sua mente já estão passando por maus bocados para se adaptar ao fuso horário do destino da sua viagem. Por isso, não force ainda mais o seu organismo com comidas muito pesadas e diferentes, pelo menos no primeiro momento. Seja o mais regrado possível, evite alimentos muito gordurosos e exóticos, deixe seu corpo se adaptar por completo antes de começar as “loucuras gastronômicas” da viagem. Priorize alimentos leves e saudáveis, sempre de acordo com o fuso horário, assim você irá se adaptar muito mais rápido.

Exercícios e atividades físicas são sempre bem-vindas

A gente sabe que a maioria das pessoas tem preguiça de se exercitar durante o dia a dia, quem dirá numa viagem longa e desgastante. Mas saiba que se exercitando, as chances de conseguir aproveitar a viagem por completo são muitos maiores. Estudos já comprovaram que se exercitar ajuda na adaptação do relógio biológico ao fuso horário. Uma caminhada de 20 minutos, que seja, já ajuda bastante nisso e você verá a grande diferença que faz. Por isso, faça uma caminhada pela rua da cidade e aproveite para se exercitar e “turistar” bastante.

Preze pelo conforto

O melhor remédio para minimizar e evitar o jet lag é dormir bem. Por isso, não hesite em ter sempre o que há de melhor para que suas noites de sono sejam ainda melhores. Fones de ouvido com som de chuva e máscara de dormir são ótimos “artifícios” para quem tem dificuldade na hora de pegar no sono durante o voo. Se você faz uso de algum medicamento, cuidado para não tomar uma super dose, pois assim seu corpo ficará mais cansado que o normal. E o jet lag pode chegar com tudo. Quando chegar ao seu destino, tente fazer da sua cama um local sagrado. Priorize o conforto e tenha uma ótima experiência.

Organização é tudo

Se organizar é o princípio básico para uma viagem prazerosa e sem imprevistos. Pesquisar bem sobre o destino que irá visitar e conhecer bem o fuso horário te deixará ainda mais perto de uma ótima experiência na viagem.

Siga a luz

A luz solar vai ser sua melhor amiga durante sua viagem. Isso porque ela funciona como uma espécie de “adaptador” de fuso horário. Quando mais luz do Sol você pegar, mais rápido irá se adaptar e conseguirá aproveitar ainda mais sua viagem.

O A350-1000 da Qatar Airways promete acabar com o Jet Lag

Agora que você já sabe o que é o jet lag e o que dá pra fazer para amenizar os seus efeitos, sabia que existe um avião que promete fazer esse sofrimento virar coisa do passado? Pois bem, esse avião em questão é o A350-1000 da Qatar Airways. Não é à toa que ela está entre as 10 melhores companhias aéreas do mundo. Segundo seu fabricante, essa aeronave possui tecnologia anti-jet lag, devido a sua alta confortabilidade. Em sua cabine, existem milhares de luzes de LED e filtros hospitalares, onde todo o ar da cabine é renovado a cada dois minutos.

Segundo estudos, os sintomas do jet lag são sentidos de acordo com a altitude. Pensando nisso, os fabricantes da Qatar Airways criaram sistemas que fazem a parte interna da cabine sentir menos a altitude do que o normal. Além da grande gama de opções de entretenimento do avião, onde tudo é de última geração.

Gostou do nosso artigo? Assine nossa Newsletter e fique sempre por dentro de conteúdos como este!