A cada dia que passa, mais próximo do fim da pandemia o mundo está.

Com a redução das medidas de restrição, o turismo vai de pouco em pouco voltando ao normal. E para quem estava louco para voltar aos aeroportos com mala e passaporte nas mãos, é importante ficar atento às notícias.

Muita coisa sai nos noticiários e com isso muita informação acaba ficando desencontrada. Por isso, é fundamental ficar atento e buscar as fontes mais confiáveis.

Fotografia do Coliseu em Roma durante o pôr do sol
Coliseu, Roma

Depois de mais de um ano sem aceitar viajantes brasileiros, a Itália, um dos países que mais sofreram com a pandemia, voltou a abrir os aeroportos para quem vem do Brasil. Para se ter uma ideia do tamanho do estrago causado pela pandemia, a Itália chegou ao recorde anual de mortes desde a II Guerra Mundial no ano de 2020.

Por isso, é mais que normal que as restrições continuem e que o país seja estritamente rigoroso quanto aos protocolos adotados contra a Covid-19. Com isso, quem só quer ir à Itália apenas para passeio, ainda vai precisar esperar mais um pouco.

Para quem ama viajar e está contando os dias para poder arrumar as malas e sair por aí, é importante ficar atento às notícias que envolvem a pandemia e as aberturas das fronteiras. Para saber mais sobre a flexibilização da Itália em relação à abertura de suas fronteiras, continue lendo este artigo até o fim.

Leia Também: Reino Unido diminui restrições para entrada de brasileiros

O que muda com a flexibilização?

No final de outubro, o governo italiano aprovou novas regras que vão funcionar, a princípio, até 15 de dezembro. Dessa forma, durante esse período estará permitida a entrada na Itália de cidadãos italianos e viajantes de Estados membros da União Europeia ou da Área Schengen que tenham passado pelo Brasil nos últimos 14 dias antes da viagem.

Quem pode visitar a Itália?

Se você está eufórico para voltar à Itália e visitar este país incrivelmente encantador e harmonioso, segura as pontas que ainda não é o momento. Infelizmente, ainda não está liberada a entrada de turistas vindos do Brasil. Mas a nova regra facilita a entrada de quem tem outros objetivos em solo italiano.

Fotografia de rua rústica em Trastevere, Roma
Rua em Trastevere, Roma

A partir de agora, está permitida a entrada na Itália de pessoas vindas do Brasil pelos seguintes motivos:

  • viagens por motivo de estudo, saúde, trabalho ou absoluta urgência;
  • para retorno ao próprio domicílio, habitação ou residência;
  • para pessoas que comprovem uma relação afetiva estável com cidadãos italianos, da UE, da Área Schengen ou com indivíduos que residentes legalmente na Itália;
  • para indivíduos que tenham filhos menores de idade residentes em solo italiano;
  • para atletas, técnicos, juízes e jornalistas de competições esportivas;

Confira: Turismo: confira as melhores dicas para planejar sua viagem

Requisitos para a entrada de viajantes vindos do Brasil

Como já dito mais acima, a Itália foi um dos principais epicentros da pandemia na Europa, causando 130 mil mortes. Por isso, a entrada no país segue bem restrita e cautelosa. Apesar da nova regra permitir a entrada de viajantes vindos do Brasil, ainda é necessário seguir um protocolo antes e depois de chegar lá.

É preciso apresentar, ainda no embarque, um teste com resultado negativo para Covid-19 realizado em até 72 horas antes da chegada na Itália. Além disso, é preciso preencher um formulário online de localização de passageiros e permanecer em isolamento por 10 dias no endereço indicado.

Após o fim do isolamento, é preciso realizar outro exame para, finalmente, ser liberado para andar em solo italiano. Ou seja, para entrar de fato na Itália, é preciso seguir rigorosamente os cuidados sanitários para evitar a contaminação pela Covid-19.

Leitura Recomendada: Viagem para Europa: Espanha reabre para vacinados

Os cuidados contra a Covid-19 não podem parar

Apesar da vacinação, infelizmente a pandemia é algo que será necessário se conviver por muito tempo ainda. Enquanto essa terrível doença não se erradicar por completo, os cuidados contra ela deverão continuar.

Por isso, enquanto ainda estiver a pandemia, sempre vale a pena dar uma conferida nas últimas notícias quando tiver que realizar uma viagem. É importante ficar atento às regras vigentes, para evitar qualquer dor de cabeça. Muitas dessas regras sofrem mudanças a todo momento, seja para aumentar a restrição ou para flexibilizar.

Confira se o país está aceitando a entrada de pessoas vindas do Brasil, se é necessário realizar algum isolamento e se a vacina e teste de Covid-19 são obrigatórios.