Quem assistia Os Jetsons na infância sabe que os carros voadores eram o sonho de muita gente. Mas, se depender dos grandes engenheiros alemães, esse sonho pode estar cada vez mais próximo de se realizar. Isso porque eles estão se espelhando na tecnologia dos drones para desenvolverem um avião que transporte passageiros sem precisar de tripulação. Mas uma coisa nunca muda, o desejo dos viajantes. Afinal, viajar tranquilo é o que todo passageiro quer.

Esse é só exemplo do que nos aguarda em um futuro próximo. Diversas tendências da aviação surgem a cada momento, o que nos permite sonhar com voos mais rápidos e confortáveis.

Até os aeroportos estão em evolução. Existem os mais diferentes e os mais confortáveis do mundo.

Ufes e Embraer são os primeiros a realizarem um teste de avião autônomo no Brasil

O ano de 2019 ficou marcado por diversos acontecimentos incríveis. Mas um em especial merece o nosso destaque. A Embraer e a UFES - Universidade Federal do Espírito Santo, testaram o primeiro avião autônomo do Brasil. Os testes foram realizados em um protótipo do avião Legacy 500. No teste, que foi executado na sede da Embraer, em SP, o avião levantou voo sozinho e seguiu um determinado trajeto sem nenhuma interferência humana.

Essa iniciativa, que foi um sucesso, trouxe uma nova perspectiva em relação a aviação brasileira. Com seus sensores a laser, GPS, câmeras e inteligência artificial, o avião conseguiu taxiar sem qualquer interferência humana. O experimento contou com a presença de pilotos na cabine como forma de segurança, mas nenhum deles precisou intervir.

Confira como foi o teste:

https://www.youtube.com/watch?v=jDCvRSJeUN8&feature=emb_title

Como visto no vídeo, o primeiro teste foi um sucesso. O conjunto de navegação por sensores e imagem guiou o avião pela pista de decolagem de forma totalmente independente. Os pesquisadores da Embraer e da UFES trabalharam em parceria por 6 meses. Foram trabalhados modelos matemáticos e computacionais de automação, desenvolvendo softwares, hardwares, kit de sensores a laser, GPS e câmeras. Tudo isso integrando sistemas na plataforma aeronáutica.

Aviões sem janelas podem ser o futuro da aviação

Você já imaginou fazer uma viagem de avião e não poder tirar aquela foto conceito para postar nas suas redes sociais? Pois bem, é isso que a Emirates quer implementar na sua nova suíte de primeira classe do Boeing 777-300ER. Mas calma, antes que muitos se desesperam e fiquem claustrofóbicos, é importante salientar que a empresa aérea colocará janelas virtuais. Assim, você nem perceberá que não tem janela de verdade. A companhia aérea afirma que a remoção das janelas tornará os aviões muito mais leves, rápidos e econômicos.

Segundo, Tim Clark, presidente da Emirates, esse é um caminho sem volta. Segundo ele, a cabine ficaria mais leve, permitindo o avião voar mais rápido e mais alto, consumindo menos combustível.

Conheça 5 tendências para o futuro da aviação

O que não faltam são tendências que surgem a cada momento. Na aviação então, nem se fala. Toda hora algo novo é criado e implementado, desenvolvendo ainda mais essa indústria e beneficiando seus consumidores.

Separamos 5 tendências que já começaram a mudar o futuro da aviação e prometem evoluir ainda mais. Confira abaixo:

Tudo 100% automatizado:

O mundo está cada vez mais tecnológico e automatizado e não seria a aviação que iria nadar contra essa correnteza. A tendência para o futuro da aviação já está muito presente, mas tende a aumentar ainda mais. Comprar passagens, fazer o check-in, despachar a bagagem, embarcar, upgrades e até alterações nos voos. Tudo isso, num futuro bem próximo, será automatizado.

O futuro que se desenha é esse, os passageiros irão embarcar sem precisar ter contato algum com os funcionários das empresas aéreas. Tudo isso será feito a partir dos sites, aplicativos, totens e seus smartphones.

Um exemplo muito atual é o aplicativo da GOL que calcula o tempo que é preciso para chegar ao aeroporto. Tudo com base na geolocalização, oferecendo opções de antecipação ou adiantamento do voo. Outro exemplo da GOL é o autoatendimento para despacho das bagagens. Com essa ferramenta, é possível pagar o excesso da mala com o cartão de crédito, facilitando ainda mais a vida do passageiro.

Wi-fi em voos nacionais e internacionais para todo mundo

Para quem viaja muito com as grandes companhias aéreas americanas, como a American Airlines, Delta e United, o wi-fi nos voos já é uma realidade. Essa novidade está ganhando cada vez mais força também nas empresas aéreas asiáticas e europeias.

Esse tipo de serviço ainda é pago, mas é bem acessível. Ele varia de acordo com a rota e a duração do voo. Mas a tendência é que num futuro próximo o wi-fi nos voos sejam ainda melhores e sem custos adicionais aos passageiros. Até o momento, no Brasil, nenhuma empresa aérea oferece wi-fi para seus passageiros, nem mesmo pago.

Muito mais entretenimento nos voos

Em voos internacionais é mais comum encontrar nos aviões televisores com centenas de filmes, jogos e seriados. Mas a tendência para o futuro é que até em voos curtos se tenha tudo isso e muito mais. O que nos espera são telas individuais touchscreen com conteúdo on demand.

Quem viaja com a Avianca e a Azul no Brasil já sabe que elas estão na frente por aqui. A Avianca tem conteúdo remoto de diversos filmes, séries e jogos. Já a Azul, tem TV com transmissão ao vivo em quase todas as suas aeronaves. A TAM tem monitores compartilhados em voos domésticos, já em voos para os EUA, México e Europa conta com sistema on demand. Já a GOL é a única companhia aérea no Brasil que não possui nenhum tipo de sistema de entretenimento.

Aviões mais confortáveis e eficientes

Aqui entra um grande dilema: diminuir espaços e diminuir preços ou aumentar espaço e aumentar o preço? Há quem diga que o futuro da aviação será com poltronas cada vez mais apertadas e os passageiros mais sufocados e, consequentemente, com as passagens mais baratas. Mas existem também os entusiastas que enxergam que as coisas podem melhorar e sem precisar aumentar o preço.

Tudo indica que as viagens serão mais agradáveis no futuro. Os compartimentos de malas, banheiros, iluminação e até a pressurização irão aumentar ou melhorar. A GOL trouxe para o Brasil o Sky Interior em suas novas aeronaves. Os Boeings 787 Dreamliners são os melhores exemplos desse conforto que está evoluindo.

Além das melhorias de conforto para os passageiros, a evolução das aeronaves torna a viagem mais rápida e eficiente. Gerando assim mais economia para as companhias aéreas e até para os passageiros. Isso porque com essas novas tecnologias, é possível economizar até 30% de combustível em relação aos modelos antigos de aviões.

Integração dos programas de fidelidade das empresas aéreas

A abertura do capital de empresas de milhas, como a Multiplus e Smiles, na Bovespa, são exemplos de como essa tendência vai crescer ainda mais. Elas oferecem opções de resgate e acúmulos de pontos, passagens aéreas, hotéis e muito mais. Para se ter uma ideia, o negócio de milhas se tornou tão promissor que o valor de mercado dessas empresas chegou a ultrapassar o da TAM e da GOL.

A tendência para o futuro são os programas de milhas ampliarem cada vez mais. Extrapolando ainda mais as barreiras da aviação e englobando sempre mais outros segmentos.