Mulher em frente a cachoeira Git Git em Bali
Incluir mais destinos de natureza nos roteiros de viagem é uma tendência para o pós-pandemia.

O turismo foi um dos setores da economia que mais sofreu com a pandemia causada pelo Coronavírus. A Organização Mundial do Turismo (OMT) estima perdas em torno de US$ 460 bilhões em receita à nível mundial.

Da mesma forma que repensamos o nosso dia a dia, nossos planejamentos de viagem precisaram ser adiados. E mesmo em um período pós-pandemia, ainda será preciso repensar o roteiro para nos adequar às novas necessidades.

Distanciamento social, higiene reforçada e preferência por espaços ao ar livre são algumas das tendências para o turismo pós-pandemia. Para a alegria daqueles que amam viajar, existe uma modalidade que engloba todas essas características: o ecoturismo.

O QUE É ECOTURISMO?

ecoturismo chapada das mesas
A Chapada das Mesas (MA) é um dos destinos de ecoturismo recomendados para o período pós-Coronavírus. Confira os outros aqui!

Ao ouvir o termo “ecoturismo”, a maioria das pessoas automaticamente pensa no contato com ambientes naturais. Visitar cachoeiras, trilhas em florestas, nadar em um rio de águas cristalinas...

Elas não estão erradas! O ecoturismo realmente é tudo isso, mas o conceito vai além. Não é só aproveitar o que o meio ambiente tem a oferecer, mas também contribuir para a preservação e sustentabilidade.

O Ministério do Meio Ambiente, em parceria com o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), definiu o turismo ecológico como:

“O segmento da atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o patrimônio natural e cultural, incentiva sua conservação e busca a formação de uma consciência ambientalista por meio da interpretação do ambiente, promovendo o bem-estar das populações”

A proposta do ecoturismo, portanto, é fazer com que o viajante entre em contato a natureza evitando ao máximo a degradação do meio ambiente.

Para quem ama esta modalidade de turismo, o Brasil é destino cheio de opções. Bonito (MT), por exemplo, é dos locais mais conhecidos do mundo quando o assunto é ecoturismo.

No entanto, ser muito conhecido significa que há uma grande busca pelo local, o que pode gerar aglomerações indesejadas. Mas não se preocupe! Para o período pós-pandemia, existem diversos destinos no Brasil e no mundo para você que deseja curtir uma viagem ecológica.

AS VANTAGENS DO ECOTURISMO

Homem sentado na Chapada das Mesas no Maranhão
Entrar em contato com a natureza é uma ótima maneira de compreender a importância da preservação do meio ambiente.

Os benefícios do ecoturismo são muitos, tanto para a sociedade quanto para a natureza.

Para a economia do país, a vantagem é certa. O turismo ecológico é ramo que mais cresce no setor e a expectativa é que no pós-pandemia isso fique ainda mais claro.

Segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), cerca de 10% de todos os turistas buscam viagens neste segmento. No Brasil, estima-se que o faturamento anual com o ecoturismo seja algo próximo a R$ 70 milhões.

Com o crescimento esperado para o pós-pandemia, isso significa ainda mais emprego e renda para o país. Outra vantagem é o desenvolvimento regional, já que o ecoturismo emprega principalmente mão de obra local.

Para os turistas, os benefícios são ainda mais óbvios. Quem não ama apreciar a natureza? Os destinos do turismo ecológico estão entre os mais belos do mundo. Além disso, a modalidade é ideal para o período pós-pandemia. Distanciamento social e espaço ao ar livre é o que não falta!

Não bastassem as vantagens econômicas e de lazer, o ecoturismo também traz diversos benefícios para a natureza. Por meio dele, os viajantes têm a oportunidade de aprender e refletir sobre a importância da preservação ambiental na prática.

QUE CUIDADOS PRECISO TOMAR?

Peixes no rio Salobra em Piraputanga
A alimentação recreativa de peixes pode gerar desequilíbrio ambiental.

Como já dissemos, o ecoturismo precisa acontecer de modo a garantir e incentivar a preservação do meio ambiente.

Por isso, os turistas devem tomar cuidado e sempre seguir as normas ambientais vigentes no local. Desmatar áreas, caçar, poluir e alimentar animais irregularmente são algumas práticas que não combinam com o turismo ecológico. Os recursos naturais do local visitado devem ser preservados e celebrados.

Ao contratar um guia ou empresa para realizar a sua viagem, cheque todas as certificações e tenha certeza de que eles atuam de maneira responsável e em acordo com as normas.

Prefira grupos de passeio com tamanho limitado e evite ao máximo interferir na estrutura do ambiente. Você deve ser um observador e admirador da natureza, deixe-a seguir seu curso!

UMA ÓTIMA OPÇÃO PARA SUA VIAGEM PÓS-PANDEMIA

Por conta de suas características, o ecoturismo é o tipo de viagem ideal para quem não vê a hora de arrumar as malas novamente.

Nossa dica é: pesquise com antecedência sobre o destino e tenha em mente a importância de respeitar a natureza do local escolhido. Planeje-se, respeite as normas ambientais e boa viagem!