Idoso sentado sorrindo para a câmera

Até 2050, a expectativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de que 66 milhões de brasileiros serão idosos – o triplo do cenário atual!

Com isso, muitas pessoas preocupam-se em como será a qualidade de vida desta que será a maior geração de idosos que o país já viu.

Para viver bem, um componente essencial é: adaptação. Envelhecer é uma nova realidade, mas nós podemos nos adaptar a ela e tirar o melhor possível dessa nova fase da vida. Separamos 5 dicas para você preparar a adaptação desde já!

1. CUIDE DE SI MESMO

Idosa sorrindo fazendo alongamentos
Exercícios físicos como o yoga são uma ótima maneira para cuidar simultaneamente do corpo e da mente.

O primeiro passo para cuidar de você mesmo é entender o que significa, de fato, ter qualidade de vida. Algumas questões são subjetivas, é claro. Para alguns, qualidade de vida é apreciar bons livros. Para outros, é poder viajar sem estresse.

Seja qual for a sua definição, uma coisa é certa: o corpo e a mente precisam acompanhar. Para viver e envelhecer bem, é preciso cuidar da saúde física e mental.

Fazê-lo não é sinônimo de lutar contra o tempo. Aliás, muito pelo contrário! Correr atrás de uma boa qualidade de vida é garantir condições de saúde para o melhor proveito da terceira idade.

É importante entender que a qualidade de vida não é um evento repentino: é um processo. Quanto mais cedo começar e mais praticar, mais qualidade de vida você terá.

Mas fique tranquilo! Nunca é tarde para adquirir bons hábitos e melhorar a sua qualidade de vida. O importante é ter em mente que cuidar de você mesmo e da sua saúde é um passo fundamental para o bem-estar na melhor idade. Mental e fisicamente!

2. ATENÇÃO PARA A SAÚDE EMOCIONAL

Psicólogo atendendo mulher idosa
Buscar ajuda profissional é benéfico em qualquer idade.

Infelizmente, um efeito ainda muito comum do envelhecimento é o isolamento social. Com a chegada da idade, muitos amigos e até mesmo a família podem se afastar do idoso.

O afastamento do convívio social pode gerar consequências graves, inclusive à saúde. Portanto, para envelhecer com qualidade, é importante não deixar a socialização de lado. Seja da família ou pessoas novas, fique perto de pessoas que te fazem bem!

Lembre-se também que, independentemente da idade, não há vergonha alguma em buscar ajuda profissional. Saúde mental é um assunto sério e precisa ser observada da perto para pessoas em qualquer fase da vida.

3. BUSQUE NOVAS EXPERIÊNCIAS – OU RESGATE ANTIGAS

Mulher idosa se divertindo em balanço
Experiências novas ou revividas, o importante é sair da zona de conforto!

E por falar em pessoas novas... quem disse que envelhecer significa o fim de novas experiências?

Um pensamento chave para adaptar-se a esta nova fase é entender que ela é justamente isso: uma nova fase. E, com ela, novas experiências virão! Por que não se abrir a elas?

Busque novas maneiras de curtir o dia, de conhecer pessoas, de olhar para a cidade, de viajar... as possibilidades são infinitas!

E se você não está aberto às novas perspectivas, por que não olhar para as antigas com outros olhos? Algo que antes parecia fútil ou pouco adaptável à sua realidade pode ser, hoje, uma verdadeiro hobby.

4. SONHE E DEFINA METAS

Homem idoso escrevendo em caderno
Estabeleça metas e movimente-se para que sejam cumpridas.

Outro mito é o de que pessoas idosas não sonham ou não possuem metas. Nossa dica? Desmistifique-o o quanto antes!

Ter planos para o seu dia a dia, sonhos e vontades a serem realizadas é uma sensação que nos faz humanos.

Por isso, pense: o que você sempre quis fazer, mas não tinha tempo ou experiência o suficiente? Agora é a hora de botar em prática!

5. INSPIRE-SE

Grupo de idosos jogando cartas
Uma partida organizada de carteado é um ótimo ambiente para se inspirar com novas histórias.

Da mesma forma que em todas as fases da vida, na terceira idade é essencial inspirar-se em bons exemplos.

No lugar do afastamento, por que não se inspirar em idosos que lidam bem com o passar do tempo? Referências não faltam! Uma boa ideia é criar grupos junto a outros indivíduos ativos e buscar as histórias de cada um por ali.

ENCARE DE FRENTE E COM BONS OLHOS

Envelhecer é um processo natural da vida. Indica que passamos por muito e chegamos até aqui, o que é uma grande vitória. Infelizmente ainda vivemos em uma sociedade que distorce o envelhecimento e a vida na terceira idade.

Mesmo com toda a pressão externa, é preciso encarar o envelhecimento pelo que ele é: uma mais um período da vida em que diferentes portas serão abertas para novas experiências.

Cuidando da saúde física e mental, é possível manter a qualidade de vida e buscar cada vez mais maneiras de adaptar-se a esta nova realidade.