A aposentadoria é um dos momentos mais aguardados da vida de qualquer trabalhador.

Ter uma renda garantida até o fim da vida, poder viajar em qualquer época do ano e viver uma vida sem grandes preocupações é o sonho de 10 entre 10 contribuintes.

Mas antes mesmo de se aposentar de fato, alguns detalhes são importantes para o futuro aposentado prestar atenção. Fazer um planejamento é fundamental para quem quer se aposentar com segurança e tranquilidade.

Casal de mãos dadas em praia sentados em cadeiras de praia olhando o por do sol
Viver uma vida sem preocupações é o sonho de muitos contribuintes

Leia Também: Saiba como programar aposentadoria e como investir sem sustos

De 1960 pra cá muita coisa mudou, e a expectativa de vida do brasileiro passou de 52 para 76 anos. Por isso é tão importante planejar bem a aposentadoria para não passar aperto no futuro.

Mas além do aumento da expectativa de vida, outro fator também mudou de 1960 para 2021: o número de aposentadorias negadas cresceu drasticamente.

Saiba Mais: Aposentadoria negada pelo INSS: o que fazer?

Ter o pedido de aposentadoria negado é algo que certamente ninguém quer experimentar para sua vida. Infelizmente a cada ano que passa mais e mais aposentadorias são recusadas.

É mais comum do que se imagina encontrar alguém que teve o pedido de aposentadoria indeferido pelo INSS.

Casal idoso branco está de costas, virado em direção ao mar que está calmo. Ambos estão de calça cáqui com blusa de manga longa em tom de azul ou cinza, e com os sapatos na mão.
A cada ano que passa mais e mais aposentadorias são recusadas

Depois de anos trabalhando e contribuindo com o INSS, o que o trabalhador quer é apenas sossego e descanso.

Por isso, é extremamente importante conhecer os motivos que levam o INSS a negar um pedido de aposentadoria para assim buscar um recurso, caso a sua também seja ou até mesmo se preparar para que nem por isso você precise passar.

Se você está prestes a solicitar a sua aposentadoria ou se teve seu pedido negado pelo INSS, acompanhe este artigo até o fim que ele poderá ser muito útil pra você.

O que fazer se o meu pedido de aposentadoria for negado?

Se você tiver a infelicidade de ter seu pedido de aposentadoria negado, o primeiro passo é não se desesperar. Respire, mantenha a calma e foque em resolver esse problema.

É importante saber que não é porque o seu benefício foi negado que você terá que desistir dele. Se você entende que tem direito e que está seguindo todas as normas, procure ajuda especializada e não desista do seu benefício.

Idoso negro sentado em sofá com pernas cruzadas e mechendo em celular enquanto sorri. Sofá de cor creme, e o senhor veste uma bermuda vermelha e camisa de manga curta xadrez
Se o seu pedido for negado, mantenha a calma e foque em resolver o problema

Existem diversos critérios que são analisados pelo INSS. Conhecer os mais comuns deles vai te ajudar a entender como são feitas as análises dos pedidos e, consequentemente, te auxiliará em caso de negativa para a sua aposentadoria.

Por isso, separamos os 8 motivos mais comuns de casos de pedidos de aposentadoria negados. Confira:

Entenda Mais: O que fazer quando o pedido de aposentadoria é indeferido?

Tempo de contribuição

Calcular o tempo de contribuição não é algo simples. Para falar a verdade, é bastante complexo. E em alguns casos até o próprio INSS pode errar nos registros de cálculos de tempo de contribuição.

Se depois da checagem do tempo ficar constatado que não se atingiu o tempo suficiente, o pedido da aposentadoria não será autorizado.

Por isso, procure saber com precisão o tempo de contribuição que você tem e, se possível, junte tudo que poderá ser usado como prova.

Lembre-se que diferentes vínculos empregatícios e períodos trabalhados como autônomo ou empresário também contam, desde que estejam devidamente registrados.

Reconhecimento de atividade especial

Para quem trabalhou 25 anos ou mais exposto à insalubridade, a aposentadoria especial é um direito.

Ou seja, se no exercício de sua função você ficou exposto de forma contínua e ininterrupta a agentes nocivos à saúde, como agentes químicos, físicos ou biológicos em níveis acima dos permitidos, você tem direito a aposentadoria especial por insalubridade.

Porém, esse tipo de aposentadoria é de alto custo para os cofres previdenciários, por isso, é comum esse benefício ser negado com mais facilidade do que os outros.

Isso se dá porque o INSS entende que os riscos de fraude nessa categoria são maiores e, consequentemente, os custos também. Assim, na dúvida, a tendência é que o INSS recuse o pedido.

Para evitar que sua aposentadoria especial seja negada, é importante estar com o LTCAT, Laudo Técnico das Condições Ambientais de Trabalho, e o PPP, Perfil profissiográfico previdenciário, atualizados. Caso você precise fazer o seu pedido de aposentadoria judicialmente, ter essas provas te ajudará muito no processo.

Reconhecimento de atividade rural ou de pesca

Você sabia que a partir dos 12 anos de idade, o tempo trabalhado sob o regime de economia familiar, como agricultura, pecuária e pesca contam para o saldo final da aposentadoria?

Ou seja, se você trabalhou por pelo menos 15 anos na atividade rural, terá direito à aposentadoria rural aos 55 anos se for mulher ou aos 60 anos se for homem.

É comum que os pedidos de aposentadoria nesses casos sejam negados pela falta de comprovação do tempo trabalhado nesse período. Por isso, guarde todos os documentos, declarações e registros do período em que trabalhou na atividade rural ou de pesca.

Falha nos dados no CNIS

Para quem não conhece, o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), é o documento que tem registrado todos os períodos e valores de contribuição feitos durante toda a vida do trabalhador.

Mas como qualquer documento, o CNIS também está sujeito a erros. Existem casos em que alguns períodos não estão catalogados no documento, o que pode ser péssimo na hora de solicitar a aposentadoria.

Caso você saiba que tem o período suficiente para se aposentar, mas ficou faltando algum período no CNIS, faça um pedido de revisão junto ao INSS do seu CNIS.

Agende um atendimento e leve todos seus documentos que comprovem o tempo da sua contribuição. Essa comprovação pode ser feita através de contracheques e da sua carteira de trabalho.

Contribuição como autônomo

Para quem trabalhou por algum tempo ou até mesmo a vida toda como autônomo, é indispensável que seja feita a contribuição mensal por conta própria junto ao INSS.

Caso exista algum débito referente a esse tipo de contribuição, é provável que seu pedido de aposentadoria seja negado até que tudo seja quitado.

Sem as contribuições ao INSS, o trabalhador autônomo não consegue se aposentar.

Leitura Recomendada: Negativação em aposentadoria de autônomo ou empresário

Rasura na documentação

Outro motivo que aparentemente é bobo, mas que costuma dar muita dor de cabeça na hora de solicitar a aposentadoria são as rasuras nos documentos.

Certifique-se de que todos os dados registrados na sua carteira de trabalho estão corretos, claros e de fácil compreensão.

Se existir rasuras nas datas de admissão ou demissão, o INSS poderá se confundir e colocar um tempo diferente do que realmente é. Por isso, preste bastante atenção na sua carteira de trabalho e exija cuidado e um zelo maior por parte do seu empregador.

Falta de recolhimento por parte do empregador

Esse é um dos casos mais comuns de pedido de aposentadoria negado. Se a empresa em que trabalhou não realizou as devidas contribuições ao INSS, certamente o seu pedido de aposentadoria será negado.

Nesses casos o tempo de contribuição não é registrado por não haver contribuição. Caso você passe por isso, é importante que junte provas de que trabalhou neste local, como contracheques e a carteira de trabalho assinada.

Saiba que a quitação desses débitos é de responsabilidade única e exclusiva da empresa.

Período de carência

Você sabia que existe um número mínimo de contribuições para que o trabalhador consiga se aposentar?

Pois não só existe como o número mínimo de contribuições é de 180 meses de carência.

Se você tem menos que isso, saiba que sua aposentadoria será negada. Por isso é importante ter as comprovações de tempo de contribuição para que você possa recorrer em casos de negativa do INSS.

Conclusão

Agora que você já sabe o que pode indeferir o seu pedido de aposentadoria junto ao INSS, cheque se está tudo certinho antes de realizá-lo. Mas, se ainda assim houver problemas com sua aposentadoria, a previdencia.online possui profissionais preparados para te ajudar a resolver esses problemas, e conseguir o que é seu por direito.